Entrevista Kishimoto X Togashi no último Fanbook de Naruto - Kai no Sho

Olá, pessoal!

Já faz algum tempo que eu comprei o Fan book de Naruto, o Fan book Kai no Sho, e nele tem uma entrevista do Kishimoto (autor de Naruto) e do Togashi (autor de Hunter X Hunter e Yu Yu Hakusho), e como fiquei muito curiosa com essa entrevista pedi para um amigo meu, o Panda da comunidade "Naruto Brasil Datte Bayo!!" para traduzir. Abaixo está a tradução. Divirtam-se!

Tradução: Panda
Revisão: Cassi_Ayanami




Duas mentes em uma conversa:

Kishimoto Masashi-sensei x Togashi Yoshihiro-sensei

Almejando o topo na eternidade, duas mentes se encontram.


Revista: Quais as impressões de Togashi-sensei ao ler Naruto pela primeira vez?

Kishimoto: Togashi-sensei, quanto tempo!

Togashi: É mesmo, faz tempo que não conversamos.

Togashi: Façamos isso hoje.
Togashi: Quero saber muitas coisas, mas primeiro conte-me sobre o que acha deste nosso encontro.

Kishijmoto: Desde antes de me tornar um profissional, eu já era um grande fã do Togashi-sensei.

Kishimoto: JF (Jump Fest) (*Nota 1)

Kishimoto: Quando pude cumprimentá-lo naquele salão de encontro na JUMP Festa, fiquei muito feliz, mas somente após alguns anos pude de fato conhecê-lo.
Kishimoto: Por eu também conhecer um assistente que trabalhava no mesmo escritório que você, recebi um convite.
Togashi: Pois é, nós fomos pra um Yakiniku, né? (N/T: Yakiniku é uma churrascaria japonesa de origem coreana)

Kishimoto: Sim. Bem, nessa época foi o período em que conheci a dificuldade de desenhar um mangá. Eu pensei em pedir várias dicas à você, sensei, mas sempre que eu te encontrava, de verdade, eu acabava ficando incrivelmente nervoso. Mas como você me dava bastante atenção e era sempre prestativo, eu até perdia o nervosismo e acabava perguntando muitas coisas. Após a refeição você me apresentou o local de trabalho. A técnica de elaboração de uma obra e da criação do ambiente de trabalho, entre muitas outras coisas, me serviram de lição.

Revista: Togashi-sensei, até você conhecê-lo de fato, já havia visto o trabalho de Kishimoto-sensei?

Togashi: Com certeza!

Togashi: Embora eu seja bastante requisitado para fazer comentários e críticas de novos trabalhos, recebi de meu assistente - que conhecia o Kishimoto-san - um pedido para comentar minhas primeiras impressões sobre uma história dele.
Togashi: Nessa ocasião, como eu nem sabia que ele era amigo do Kishimoto-san, lembro-me que embora eu tenha feito a resenha de acordo com minhas idéias, nós dissemos algo como “Isso é interessante!", e também “A existência de uma raposa de nove caudas... a maneira como ela é usada é um perigo para obra, mas também pode se tornar uma poderosa arma.”

Kishimoto: Fiquei incrivelmente feliz em receber uma resenha da pessoa que estava desenhando a história que eu amava - Yuu Yuu Hakusho. (*Nota 4) Nesse mesmo tempo, para a habilidade da Kyuubi tornar-se algo conveniente, eu pensei: "Preciso tomar cuidado!"

Revista: Houve algo que lhe chamou a atenção quando leu Naruto pela primeira vez?

Togashi: A cena em que Kakashi luta enquanto lê um livro... Eu pensei: "Muito bom!". Para mostrar a diferença de habilidades ele usou um método interessante, isso me fez gritar: “Ele é sagaz, hein!"


Legenda na imagem da Kyuubi:

O que Togashi-sensei também observou foi a cena de aparição da Kyuubi no dito capítulo 1.


Kishimoto Masashi

Nascido em 8 de novembro de 1974. Origem: Distrito de Okayama. Estreou em 1996 em “Karakuri”. A partir de 1999 iniciou a série Naruto na revista semanal Shounen Jump. Atualmente a mesma obra está sendo adaptada em animê, ao lado dos quadrinhos originais. O animê está ganhando popularidade em todo o mundo.



Kishimoto-sensei

“Hunter x Hunter" será sempre o meu alcance!"





Togashi-sensei

"Ao ver a cena em que Kakashi luta enquanto lê um livro, eu pensei: Esse personagem é bom!"


Togashi Yoshihiro

Nascido em 27 de abril de 1966. Origem: Distrito de Yamagata. Estreou com Tonda Birthday Present em 1987. Desde 1989 já publicou na revista Shounen Jump Tem de Shouwaru Cupid, Yuu Yuu Hakusho, Level E e Hunter x Hunter. Com Yuu Yuu Hakusho ganhou o prêmio do 39º Shougakukan Mangashou (categoria shounen).

(Nota: Shougakukan Manga Award é uma premiação anual realizada pela Editora Shougakukan desde 1955)




Togashi: Além disso, o Kishimoto-san é muito bom de desenho, né? Ao olhar sua capacidade em desenhar pessoas, pode-se perguntar o quanto é necessário observar para fazer aquelas mãos que mais parecem retratos. Entretanto, eu também acho incrível a naturalidade com que elas (as mãos) seguram as coisas, os objetos.
Kishimoto: Eu gosto de desenhar me concentrando em uma parte do corpo. Nos tempos de estudante eu costumava desenhar cadernos inteiros só com mãos e pés em ângulos diversos. É um pequeno fetiche, né? (risos).


Togashi: E mais, embora tenha seu lado Oudou Battle tem também elementos rotineiros; a criatividade do Kishimoto-san reune os dois com equilíbrio, em minha opinião.
(N/T: Oudou Battle mangá é como os japoneses chamam os mangás “educativos”, com lições de moral onde há bem e mal definidos claramente e as lutas se resolvem mais na força, valores e dedicação do que estratégia, inteligência e superiodade)


Kishimoto: Muito obrigado! Ultimamente, por causa das escolhas de criação que fiz lá no começo, venho sentindo muitas limitações/restrições na construção da história. Há muita coisa que gostaria de mudar, mas é bem difícil, né?
Togashi: Contanto que não quebre uma regra pessoal que você considera inviolável, qualquer que seja a mudança realizada, será feita sem problemas. Tente enfrentar vários desafios.



Legenda imagem do Kakashi:

Os dois senseis conversaram sobre como é importante fazer cenas grandiosas de força, poder...




Qual a grande influência que o Kishimoto-sensei teve de Yuu Yuu Hakusho e Hunter x Hunter?


Revista: Então, agora gostaríamos de ouvir sobre o fascínio que Kishimoto-sensei tem pelas obras que o Togashi-sensei desenha.

Kishimoto: Ele é incrível em todos os aspectos, né? Desde antes de me tornar um profissional, como leitor assíduo eu já o adorava e lia muito entusiasticamente Hunter x Hunter. (* Nota 5 )

Revista: Qual o ponto que você, Kishimoto-sensei, considera o mais forte do Togashi-sensei?

Kishimoto: O ponto forte é a forma de mostrar grandeza, exagero. Primeiro, a forma de construir cenas onde o adversário se coloca no caminho do protagonista e mostra sua força. O kagebunshin do Naruto (* Nota 6 ) sofreu grande influência da técnica de bunshin que o Suzaku de Yuu Yuu Hakusho (* Nota 7 ) utiliza, né? A sacada de fazer todos os bunshins como sendo corpos verdadeiros foi uma novidade e me provocou uma empolgação que me fazia pensar: “Como faz pra vencer este cara?”.

Outro ponto é a escolha das fontes e as expressões faciais nas cenas que mostram poder e força. Tenho estudado bastante o equilibro da expressão facial de preocupação, complicação, dificuldade do protagonista pressionado. Por se tratar da minha primeira publicação, para estudar esse tipo de expressão mantenho essas referências sempre ao alcance das mãos... e volte e meia tenho me voltado para elas.Depois tem o Hiei (* Nota 8 ). A construção da personalidade dele é maravilhosa, né?






Togashi-sensei


"Sinto uma grande simpatia pelo Kishimoto-sensei"


Kishimoto: Desde os tempos de leitor eu era fã do Hiei, por isso tive o prazer de tomá-lo como referência na hora de criar um personagem para a história que eu desenho. No princípio eu era muito ruim em desenhar personagens “legais". Por eu não ter este lado em mim, eu não sabia como fazer para desenhá-los. Foi aí que, usando o Hiei como referência, pude criar o personagem Sasuke , desenvolver a personalidade dele. Até o sharingan e a imagem que eu tinha em mente sobre técnicas receberam bastante influência, né?

Revista: Entendo! Tendo dito isso, eu o cumprimento.


Kishimoto: As várias idéias que Togashi-sensei inclui na obra também são incríveis. O motivo da vitória em cada batalha e os demais elementos são bem preparados. A história que eu mais gosto é Ada batalah com o Gensuruu (* Nota 9) de Hunter x Hunter, aquela também teve suas reviravoltas preparadas antecipadamente. Toda vez que a vejo, penso: "Que incrível, não?"



Legenda na imagem do Sasuke:

Enquanto tomava o Hiei por referência, a criação de uma idéia original tornou o Sharingan um sucesso.



Vocês dois são parecidos? Compartilham o mesmo estilo de escrita e narrativa de histórias, no caso, estilo literário?



Revista: Queremos ouvir de vocês, senseis, de que forma vocês sentem que têm algo em comum?

Togashi: Pois é, né? Quando eu me meto em uma história, não sou autor do tipo enérgico que se entrega de corpo e alma para desenhar. Em vez disso, eu analiso bastante filmes (* nota 10), romances (livros) (*nota 11) e outros mangás. Tenho confiança no meu próprio jeito de expressar as partes divertidas e interessantes dessas obras. Quando resolvo me “alimentar de mangás”, ao invés de pensar nos meus próprios pontos fortes e fracos para fazer coisas boas, eu penso: “Só com talento e habilidade vou me tornar capaz de fazer um mangá que faça as pessoas chorarem”. Para isso, houve um tempo em que estudei muitos métodos de direção, produção e teorias. E posso notar esse mesmo sentimento no Kishimoto-san. Sinto muita simpatia por ele.

Kishimoto: Eu também tenho meu próprio método de análise como o santakuhou (* nota 12). Tenho cada método explicado e anotado em um caderno (* nota 13) com os devidos nomes!




Kishimoto-sensei

"Ao folhear as obras do sensei, é como se conversássemos, não?"


Togashi-sensei

"Aguardo com ansiedade a produção do Kishimoto-sensei daqui para frente."



Togashi: Aquilo é divertido, né?

Kishimoto: Eu também sinto uma aura similar a do sensei. Porém, apenas com análises não se pode superar a empolgação e a autoridade que um escritor, como você, possui, não é?! Por isso eu também coloco o máximo de emoção ao desenhar minhas histórias e enquanto isso vou fazendo análises. No seu caso, Togashi-sensei, parte dessa emoção e parte do drama é posto com precisão, de uma forma incrível.

Togashi: Que nada! Até porque a obra do Kishimoto-san também é bem planejada. Entretanto, será que não é justamente isso que fascina o coração dos leitores fiéis? Como eu também sofri nessa parte, entendo bem como a energia do autor atinge o leitor.

Kishimoto: Muito obrigado! Para mim, o sensei está em uma altura distante e é um senpai grandioso. Ao mesmo tempo em que é um rival na WJ (Weekly Jump) com quem luto nas mesmas condições. Apesar de não termos muitas oportunidades de nos encontrarmos, sempre quando folheio os trabalhos do sensei sinto como se estivéssemos conversando, né?


Legenda na imagem do Naruto

Colocando o máximo de paixão e entusiasmo, Kishimoto-sensei desenha suas histórias. Esse sentimento alcança os leitores.



Revista: Essa é para terminar. Troquem um grito de encorajamento mútuo.

Togashi: A obra de agora está ficando cada vez mais divertida de se ler. Contudo, fico muito ansioso para ver que tipo de trabalho você desenhará depois. Estou com muitas expectativas para ver o que acontecerá em Naruto daqui em diante e o que o Kishimoto-san vai fazer.

Kishimoto: Como já tivemos o mesmo editor-chefe (* nota 14), após me tornar profissional obtive uma conveniente afinidade desejada. Entretanto, por poder nos encontrarmos hoje, após um bom tempo, fiquei incrivelmente feliz. Enquanto leitor assíduo estou especialmente ansioso para ver o que acontecerá no desfecho da saga dos Kimera-Ant (* Nota 15) de Hunter x Hunter. Daqui para frente vou me esforçar para me aproximar do nível do Togashi-sensei. Por favor, tenha certeza de continuar sendo uma meta a ser alcançada.

Togashi: Daqui em diante, desenhar mangá deve se tornar ainda mais interessante e divertido. Vamos nos esforçar!

Texto na Ilustração do Gon:

Foi divertido! Ainda temos muito o que desenhar!



Texto sobre a ilustração do Naruto:

Obrigado pela conversa de hoje.




Notas


Nota 1 – JF (Jump Fest):
Começou a partir de 1999. É um grande evento realizado pelos organizadores das Shounen Jump semanal, V Jump e Jump SQ (Square) (no princípio, Shounen Jump Mensal). Por ocorrer a performance e aparição do sensei dos autores originais, e pelos os colegas mangakás se reúnorem face a face, a festa tornou-se um evento importante.


Nota 2 – Assistente:
Pessoas que ajudam no trabalho de produção do mangá. Como é demandada uma alta velocidade de produção em histórias seriais de publicação semanal, são pessoas indispensáveis. Embora se trate de algo que aconteça muito durante a carreira de um candidato a mangaká até que ele possua uma história própria, há também pessoas chamadas “Pro Assi” que fazem carreira como auxiliares (assistentes) de produção de mangá.


Nota 3 – Clima no local de trabalho:
Kishimoto-sensei, vendo a simplicidade com que Togashi-sensei lidava com o seu assistente, decidiu criar o mesmo tipo de clima em seu próprio lugar de trabalho. Porém, recentemente, por haver intimidades demais, ele parece se preocupar com a falta de respeito.

Nota 4 – Yuu Yuu Hakusho:

Serializado durante os anos de 1990 à 1994 na Shounen Jump semanal, conta a história do jovem Urameshii Yuusuke que é levado a uma morte acidental ao tentar salvar uma criança, e ressuscita no mundo real como um detetive espiritual. Juntando amigos como Kuwabara, Kurama e Hiei, eles partem em direção à batalha que envolve o mundo humano, o mundo espiritual e o mundo dos demônios (inferno) nesta ação excitante.

Nota 5 – HUNTER x HUNTER:

Publicado desde 1998 na revista Shounen Jump semanal. Indo atrás de Gin, seu pai que vive afastado da família, Gon segue seu caminho como um Hunter com seus amigos nessa genuína aventura contada neste mangá de aventura.

Nota 6 – Kage bunshin:

Técnica que é a especialidade do Naruto. Consumindo o próprio chakra, produz clones em grandes quantidades. Os clones não só podem atacar como podem ser usadas para distração ou coleta de informações.

Nota 7 – Suzaku:

Youkai (demônio, monstro) criminoso que fugiu do mundo espiritual para o mundo dos humanos. Sua técnica pode dividir o seu poder entre sete clones. Fez Yuusuke sofrer usando livremente o/a Ankoku Youroujin.

Nota 8 – Hiei:

Youkai que anteriormente fez fama como ladrão. Tem um terceiro olho na parte da testa. Possui o Jagan (olho malígno). Pode queimar completamente seus inimigos liberando as chamas negras do makai. É usuário do Jaou Ensatsuken (Punho assassino flamejante do rei do mal).

Nota 9 – Gensuruu:

Um player (jogador) do game para uso exclusivo dos hunters G. I (Greed Island) (Ilha da Ganância/Ambição). Matando uma grande quantidade de outros participantes, chegou perto de completar o jogo, mas foi derrotado por Gon.
Nota 10 – Filme:

Kishimoto-sensei também gosta de filmes de forma inigualável. Para aprender sobre direção/produção e construção de histórias, ele ia muito ao cinema. O genêro de filme que ele gosta é ação.

Nota 11 – Novela/Romance (Livro):

Apareceu em "Yuu Yuu Hakusho” uma palavra usada para uma habilidade especial: “Territory”. Apesar da leitura americana determinada pelo autor, o kanji é 領域 – ryouiki – e significa área, domínio, campo, região, esfera, por fim, território. O episódio em que ela aparece foi completamente inspirado em um romance de Tsutsui Yasutaka, conta Togashi-sensei.

Nota 12 – Santakuhou (Método da terceira alternativa):

Um método de produção/direção batizado pelo Kishimoto-sensei. Após apresentar as alternativas “A e B”, por exemplo, você surpreende o leitor concluindo com uma opção diferente das anteriores.

Nota 13 – Caderno:

Uma ferramenta indispensável para a produção de uma obra de um mangaká. Lugar onde se pode ver e checar suas idéias ou roteiros e conceitos anteriormente pensados, organizados e reunidos. É utilizado para organizar os próprios pensamentos.

Chuu 14 – O editor é o mesmo:

O primeiro editor do Kishimoto-sensei, Yahagi san, na mesma época era editor de Hunter x Hunter . Ao receber como editor a pessoa que tinha afinidade com o autor que ele, Kishimoto, admirava, este manteve-se feliz e, de certa forma , comunicava-se com Togashi-sensei através de materiais a serem enviados.


_________________________________________________________________


Espero que tenham gostado, pessoal!

Eu gostei! Fiquei muito feliz de saber que o Kishi gosta do Hiei e se inspirou nele para criar o Sasuke. Isso porque o Hiei também sempre foi meu personagem preferido em Yu Yu Hakusho. ^^

Caso alguém se interesse em postar essa entrevista em algum lugar, favor avisar-me e dar os devidos créditos!

Comentem o que acharam! \o/


14 Response to "Entrevista Kishimoto X Togashi no último Fanbook de Naruto - Kai no Sho"

  1. Jean says:

    da uma olhada ve se vc gosta e tbm mandei no twitter - http://www.youtube.com/watch?v=US9nZuYhJUY

    Que legal que vc postou a entrevista no blog, Cassi \o/ É bem melhor ler aqui q no orkut (pena que não teve os cometários hilários do Panda), e com as imagens junto fica mais fácil entender.

    Infelizmente a entrevista é enorme, e não vou conseguir ler tudo hoje, mas no fds eu volto. Estou super curiosa.

    Brigadinha por postar a tradução!

    Legal essa entrevista. Rsrs. Acredita que até hoje eu não tinha visto a cara do Kishimoto. Nada a ver com o que eu imaginei.
    Eu só gosto do Togashi por causa do Yuyu-Hakusho(eu até hoje quero saber se o final do anime é o mesmo da manga, pois se for, foi um pouco insatisfatório)

    Entre personagens preferidos do Yuyu Hakusho. Nem sei quem eu escolho. Acho que vou ficar com o Yusuke mesmo. hehe

    Huhauhauha, Kishi é novinho, né? XD Acho que uma pessoa que não sabe nada sobre o Kishi e lê Naruto pensa que ele é mais velho, mais experiente, e nem é. XD

    Eu também nunca li o mangá de Yu Yu Hakusho, mas dizem que o final do mangá foi diferente do animê, que o final do animê foi bem melhor...

    Cara, amei a entrevista!
    Achei muito BALA a reportagem feita com os dois juntos! Muito boa mesmo, vou até indicar meus amigos que são viciados ((como eu)) em Naruto, e os que são fissurados em Yuyu-Hakusho virem aqui no seu blog pra verem essa reportagem!

    Ah!Somente agora, através dessa entrevista, eu pude entender por que o Sasuke é desse jeito! rsrsrs...

    Anônimo says:

    Quem nunca leu o final de Yu Yu hakusho por favor não leia.Yu Yu hakusho é incrivel, mais o seu final a partir do torneio do inferno( O que escolheráo o Rei dos Youkais)é uma droga apartir dessa parte o anime é dezenas de vezes melhor.Ex.: Histórias forçadas, finais idiotas, coisas que ficam em aberto, declarações não feitas, personagens que aprecem para não disserem nada de útil, beijos não dados, mortes mal feitas etc.
    Yu yu hakusho é uma das poucas histórias que o anime teve um final bem melhor que o amngá( e quando eu digo bem eu quero dizer milhares de vezes melhor).

    Anônimo, mas se o do anime eu não achei a lá muito interessante, o manga então não quero nem ver. Apesar que isso faz uns 5 anos. É tipo, eu espero muito mais de um final de anime. E yuyu hakusho eu queria que o tal torneio fosse um pouco melhor, como o aquele das trevas. Outro final que detestei no anime foi CDZ. O mangá não sei é o mesmo.
    O melhor fional dos animes pra mim continua sendo Code Geass R2. XD

    Cara, não fale no final de Code Geass! MELHOR animê de todos os tempos, depois de Death Note! XD

    Pousei sem querer por aqui e gostei demais da iniciativa de traduzir esta entrevista.

    Como quadrinista amador é sempre bom ver o que os profis pensam e como agem.

    Valeu mesmo! =)

    Obrigada, Marcus! :)

    Anônimo says:

    Tem gente que ainda acha plágio... que harmonia fantástica entre estes autores.

    Anônimo says:

    es plagio jajajajaj hay muchas cosas robadas de hxh para decir que se inspiro en el

    Anônimo says:

    Plágio descarado, ainda bem que o Togashi é bem educado e sabe que os leitores fieis dele sempre o apoiarão. Na boa, eu achava Naruto extremamente original até ver Hunter x Hunter, que além de ser infinitamente melhor é original. Se você duvida é porque não assistiu HxH, o Sasuke na verdade é uma cópia do Kurapika só que muito mais burro e invejoso, a Akatsuki uma cópia mal feita da Genei, que realmente passa um ar satânico. Uma pena que o Togashi tá podre de rico agora e não se empolga mais pra fazer o mangá, porque ele criou um universo que poderia ser muito melhor aproveitado, digo em termos de duração porque até agora todos os arcos foram incriveis tirando o começo.

    Tem certeza que o Togashi chama o Kishimoto de Sensei também?No início da revista ele estava chmando de "San"!
    Bem,deixando as frescuras de lado.Muito obrigado por postar essa preciosidade litarária!

Postar um comentário

Powered by Blogger